sábado, 1 de dezembro de 2018

RESENHA LUNÁTICA - MENINA BOA MENINA MÁ


LIVRO: MENINA BOA MENINA MÁ
AUTORA ALI LAND
EDITORA RECORD
RESENHA POR CAROL MIRANDA

SINOPSE:

Os corações das crianças pequenas são órgãos delicados. Um começo cruel neste mundo pode moldá-los de maneiras estranhas Nome novo. Família nova. Eu. Nova. Em folha. A mãe de Annie é uma assassina em série. Um dia, Annie a denuncia para a polícia e ela é presa. Mas longe dos olhos não é longe da cabeça. Os segredos de seu passado não a deixam dormir, mesmo Annie fazendo parte agora de uma nova família e atendendo por um novo nome Milly. Enquanto um grupo de especialistas prepara Milly para enfrentar a mãe no tribunal, ela precisa confrontar seu passado. E recomeçar. Com certeza, a partir de agora vai poder ser quem quiser... Mas a mãe de Milly é uma assassina em série. E quem sai aos seus não degenera...


RESENHA DA BLOGUEIRA

Pode o nosso coração ser moldado pela pessoa que convivemos? Podemos ser igual aquilo que mais odiamos ou será que podemos ser melhores?

Neste  livro vamos conhecer Annie/Milly, uma menina que tem uma mãe psicopata, que usa a filha e todos ao seu redor para os seus jogos no playground,  um quarto onde tranca crianças para fazer o que quiser. Além de usar as crianças, sua filha também é usada de formas horríveis. Annie decide dar um fim nisso e mesmo com todo o terror psicológico, ela vai à delegacia quando consegue uma brecha e se vê finalmente livre daquela que deveria cuidar e protegê-la,  mas que a violou de várias maneiras.
A trama começa a desenrolar quando Milly vai morar com a família de Mike, um psicólogo que quer ajudar essa criança a qualquer custo, mas Milly tem um apego emocional rápido com as pessoas, que se torna compreensível para quem nunca teve amor.
 Comecei a mudar o um pouco minhas leituras e confesso que estou a cada dia mais encantada com cada livro novo que pego para ler.  Os livros de suspense com um thriller estão sendo os meus favoritos, pois estão me deixando fascinada a cada página com o desenrolar da história. 
E gente, que história foi essa? Algumas  coisas foram até que previsíveis ao meu ver e outras nem tanto, mas mesmo revelando alguns fatos antes da hora não fez com que eu perdesse o interesse, muito pelo contrário,  queria chegar ao final logo para descobrir o que ia acontecer.
Tenho que aplaudir a autora pela forma que conduziu tudo.
Para quem gosta desse gênero, pode adicionar ao topo da sua lista de livros. Essa história totalmente instigante com segredos bem sombrios, que vão sendo revelados aos poucos. 
Termino essa leitura e super indico, pois nem tudo é o que parece ser e nem sempre uma história é cem por cento verdade ou mentira e um psicopata sabe usar muito bem isso para te confundir e te ludibriar.