segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

RESENHA LUNÁTICA - DELÍCIA, DELÍCIA


LIVRO: DELÍCIA, DELÍCIA
AUTORA DONNA KAUFFMAN
EDITORA VALENTINA
RESENHA POR ELZA SANTOS

SINOPSE

Quando a extraordinária confeiteira Leilani Trusdale trocou a agitação de Nova York pela pacata e doce Ilha de Sugarberry, não esperava que seu passado a seguisse. Seu antigo chefe, Baxter Dunne, também conhecido como “Chef Hot Cakes”, o homem que ensinou a ela que o creme compensa, reaparece desejando filmar seu famoso programa de culinária. O problema é que ele escolheu filmar na Cakes By The Cup, a minúscula e aconchegante confeitaria de Leilani. Com seu olhar de brigadeiro de colher e aquele irresistível sotaque britânico -- que faz a moça babar e seu rosto corar como calda de cereja --, ele fez as fofocas de cozinha rolarem soltas. Lani, lá no fundo, só deseja que algumas sejam deliciosamente verdadeiras... Os amigos estão convencidos de que o ex-chefe é o ingrediente que falta para a definitiva receita de felicidade dela. Porém, Baxter terá que botar a mão na massa se quiser tirar do forno um grande, verdadeiro, quentinho e saboroso amor. No Clube do Cupcake, cozinhar é apenas um detalhe. Entre altos papos e doces lambidas, amizades crescem como pão quentinho e a vida vai ficando, hummmm, mais saborosa. Mas quando é preciso decidir entre a vida que você sempre sonhou e o amor da sua vida, só as melhores amigas, as melhores receitas e uma caixa cheia de Red Velvets podem ajudar.

RESENHA DA BLOGUEIRA

Leilani Trusdale veio para a remota ilha de Sugarberry com a desculpa de ficar mais próxima do seu pai, mas a verdade, é que ela estava fugindo da paixonite que tinha pelo seu lindo chefe.

Baxter Dunne, dono do restaurante Gateau em Nova York, um chef renomado e com um programa de TV que é sucesso mundial: Hot Cakes.

Um sentimento que começou em uma cozinha de Nova York e foi deixado pra trás por Leilane, quando ela viu que a sua ida a sua antiga cidade, a pequena ilha de Sugaberry, era o que precisava para esquecer a paixão pelo chefe, então decidiu abrir a sua confeitaria, a Cakes By The Cup.
O que ela não esperava era que o ex-chefe fosse aparecer, não só usando a sua cozinha e a ter como ajudante, mas a ter como a sua mulher. 
Surpresa por esses acontecimentos, vemos muito que Leilane luta para manter o seu lado racional a frente de toda a situação em que ela se vê atrelada.
Será que o desejo pode ser contido?
Pode se mascarar todos os seus sentimentos pelo Baxter?
Um romance movido a muito açúcar, cremes, vinhos, pães e muitas noites intensas de boloterapia.