sábado, 22 de setembro de 2018

RESENHA LUNÁTICA - GIOVANNI


LIVRO: GIOVANNI
AUTORA BETHANY - KRIS
EDITORA 3DEA
RESENHA POR CINTHIA GUTIERREZ

SINOPSE

 Giovanni Marcello vive a vida por seus próprios termos. Como capo e filho de um chefe da máfia, sabe o que é conduta aceitável ou não, mas isso não o impede de fazer o que quer e quando quer. A única coisa que ele nunca faria é desobedecer aos princípios de la Cosa Nostra. Até passar uma noite com ela. 

Kim Abella cometeu alguns erros e está pagando caro com um casamento forçado para sofrer com as demandas e abusos de Franco. Depois de tudo que aprendeu nesta vida, Kim sabia que não devia se meter com outra família da máfia.

Estar com Giovanni a faz lembrar de como é viver sob o controle de Franco, o que está a mantando lentamente. A única coisa que pode salvá-los da sepultura pelo que fizeram, é seguir as mesmas regras que já quebraram. Às vezes, o amor tem que começar um pouco imoral.


RESENHA DA BLOGUEIRA

Giovanni é o filho encrenca da respeitável e temida família Marcello. Ele é aquele que o patriarca precisa ficar de olho e tem medo que se afunde nas drogas.
Agora ele se vê em mais uma atuação, ir ao casamento de seu irmão Lucian, que no primeiro livro da série nos faz entender que esses irmãos não são simples, mas a personificação de perigo e pecado.
Como um bom Marcello, Gio se vê enfeitiçado por Kim em uma mesa de Black Jack. Ela deseja fingir que é feliz em seu noivado ao mesmo tempo que se ver tentada a largar tudo para embarcar em uma loucura com Giovanni. Agora a Família Marcello se vê mais uma vez em uma batalha por uma mulher, porém agora será uma guerra de máfias. 
A autora mais uma vez faz com que suas leitoras suspirem por mais um membro dessa família, ela conseguiu destacar a personalidade de cada irmão como única, fazendo você se sentir encantada com cada um deles. Apesar de sentir muita raiva do lado possessivo de Giovanni, ele faz você se encantar com seu jeito idiota de ser.
A química entre Gio e Kim é algo de tirar o fôlego, em meio ao certo e errado, você se vê torcendo pelas  atitudes mais insanas dos personagens. 
Me vi arrancando os cabelos nas cenas finais, mas para o bem de todos a família Marcello mais uma vez é implacável.