quinta-feira, 16 de agosto de 2018

RESENHA LUNÁTICA - MENOS QUE NADA


LIVRO: MENOS QUE NADA
AUTORA LOUD CHAOS
RESENHA POR CAROL MIRANDA

SINOPSE

“Para todas as garotas, Callum Trenton era um sonho. Sua beleza gritante deixava até as mais populares e confiantes sem palavras. Elas se transformavam em seres humanos patéticos ao redor dele. Ele resumia todas a absolutamente nada.
Mas, para mim, Callum Trenton era um pesadelo.
O pior deles.
E se houvesse um inferno, ele era Lúcifer.”


Cora Arsen passou mais de um ano fugindo de seu passado. Fugindo das lembranças, da perda, da dor. 
Fugindo dele.
Ela quer recomeçar e esquecer tudo o que aconteceu nos últimos anos de sua vida. 
Mas o destino dos dois se cruza novamente. 
E depois desse reencontro, nada nunca mais será o mesmo.

RESENHA DA BLOGUEIRA

Uma palavra pode quebrar tudo, uma atitude pode anular tudo. Mas será que é possível consertar as coisas quando duas pessoas se quebram?
É assim que começo minha resenha, um livro que me tão impactada com a desenvoltura da autora, a sagacidade em mudar o fluxo e o contexto da trama, mas sem estragar o livro, fazendo com que o leitor fique preso ao enredo com um baldinho de pipoca só esperando o que vai acontecer no próximo capítulo.
Eu nunca tinha ouvido falar dessa autora (Ohh... Arrependimento!),mas zapeando pelo face eu vi uma dica de livro, e pensei: Preciso ler! E gente, desde que sentei no sofá com o intuito apenas de folhear algumas páginas para saber mais sobre o livro, simplesmente não quis fazer mais nada, a não ser apenas ver o que iria acontecer.
Falar desse livro é bem difícil, pois o medo de soltar um spoiler é tremendo, e eu não quero que quem se interessar perca a vontade de lê-lo por isso. O que encontramos nesta história, são dois  jovens quebrados, enquanto de um lado temos Trenton, que teve que ser pai, irmão e médico cuidando do irmão menor portador de uma, doença que só agravava, ainda teve que cuidar da mãe que se afundou no álcool, a ponto do marido começar a sumir de casa e ele descobrir que o pai estava fazendo uma nova vida com outra família.
Temos do outro lado, Cora, que perdeu o pai muito cedo e viu a mãe se fechar em um casulo até que Phill aparece na sua vida e as coisas mudam. Mas é ai que começa toda a trama, pois a autora soube mostrar personagens reais, quebrados, com falhas e vilões. Mas também perdidos, sinceros e de bom coração.Eu acho que essa humanização dos personagens foi o que mais me tocou no livro, pois ninguém é perfeito, mas cabe a cada um reconhecer suas falhas e querer se tornar melhor,  é isso que faz a gente ficar presa na trama. Meu único incômodo foi a questão do segredo que iniciou tudo, e eu esperei um pouco mais que isso, mas mesmo assim não foi algo que estragou a história.

 Leitura concluída e mais que indicada.