domingo, 7 de janeiro de 2018

RESENHA LUNÁTICA - OS PRÍNCIPES ENCANTADOS TAMBÉM VIRAM SAPOS


Livro: Os príncipes encantados também viram sapos
Autora: Megan Maxwell
Editora: Suma das letras
Resenha por Fabíola Ferreira

SINOPSE:
Kate e Sam se conheceram muito jovens, durante férias de verão na Califórnia, e se apaixonaram à primeira vista. O amor entre eles supera o tempo e a distância e, ao terminarem a faculdade, ele a pede em casamento.
Os anos se passam e o casal parece ter construído a vida perfeita: eles têm uma carreira de sucesso, duas filhas lindas e ainda são apaixonados. Sam, que cresceu em um orfanato, conseguiu com Kate tudo o que sempre quis: uma grande família.
Até que um telefonema muda tudo…
Megan Maxwell, autora da série best-seller Peça-me o que quiser, conta uma história sobre amor, infidelidade e segundas chances. Um conto de fadas moderno e apaixonante que tem como cenário as ilhas paradisíacas do Havaí.
 “Megan Maxwell é exatamente como se apresenta para as leitoras: cordial, espontânea e sincera.” — El Periódico de Catalunya
RESENHA DA BLOGUEIRA

Em mais uma balada Lunática eu resolvi ir acompanhada de Megan Maxwell e antes de colocar minhas considerações deixo uma dica: se você na TPM é do tipo que chora até com desenho animado nunca leia um romance rsrs. Voltando a resenha, eu classificaria o livro como um romance leve, dentre os livros da Megan que já li classificaria esse como um dos mais leves no teor hot, mas de história, depois de peça-me, foi o que mais mexeu com minhas emoções.

Esse livro me surpreendeu, pois ele começa a história dos personagens depois do “viveram felizes para sempre”, creio que esse seja um dos motivos de muitos não gostarem do livro, essa proximidade com a realidade e não aquela bolha mágica de felicidade que nós leitores criamos depois do “fim”.

O livro retrata a relação de Sam um polinésio e Kate uma norte-americana que se conheceram durante um curso de verão e se apaixonaram de forma instantânea. Os dois se casam e constroem uma linda vida juntos. A parte profissional deles está sempre progredindo e pessoal aparentemente vai muito bem, mas a autora começa a dar algumas pistas de algo do passado que já ameaçou essa união perfeita, o desespero começa aí e quando você começa a achar que é apenas uma impressão vem à bomba principal do livro: A ligação, o motivo do príncipe virar sapo e isso mexeu muito comigo.

Creio que se eu tivesse lido em outro momento talvez tivesse sentido muita raiva e não chorado feito louca rsrs ou não, talvez minha reação aquela situação tivesse sido a mesma. Não sei se EU teria reagido como a personagem reagiu, sinceramente achei ela maravilhosa e claro que tiveram horas que eu quis bater nela e dizer “mulher larga tudo e vai embora”, mas a força que ela demonstrou durante a situação todo foi admirável. 

Megan nos traz uma história linda sobre segundas chances, sobre relações, sejam elas entre o casal, entre família, entre pais e filhos e entre amigos. No decorrer da narrativa podemos observar que os dois viraram sapos em algum momento, mas isso não que eles não puderam ter o seu verdadeiro “felizes para sempre”.

Megan me surpreendeu de verdade com essa história, não era o que eu esperava ler (não me arrependo) e como já comentei foi um dos livros dela que mais mexeu com meu emocional. Só tenho a dizer que foi uma experiência linda de leitura e ela me mostrou que às vezes segundas chances são mesmo necessárias e possíveis, mesmo quando você acha que tudo está perdido. Comecei meu ano literário em meio a lágrimas, mas Megan como sempre foi maravilhosa.