segunda-feira, 30 de outubro de 2017

RESENHA LUNÁTICA - SERÁ QUE É SÓ DESEJO ?


LIVRO: SERÁ QUE É SÓ DESEJO?
AUTORA VANIA FREIRE
EDITORA ANGEL
LANÇAMENTO 2017
RESENHA POR SCAR MIRANDA

SINOPSE

Michele Barcellos é exuberante e extrovertida, tem uma língua afiada, e um vocabulário, no mínimo, peculiar. Ela é aquele tipo de mulher que nunca, jamais corre de uma boa discussão. Apesar de uma condição financeira invejável, gosta de levar a vida de maneira simples e despretensiosa. Acredita que nunca irá encontrar um homem que veja além da sua aparência e status social, até que ela conhece um irresistível chocolate derretido… Márcio Ribeiro! Charmoso e sedutor, com um sorriso faceiro e cativante que a encantou à primeira vista. Porém, uma série de acontecimentos impede que eles fiquem juntos… Será que ele será capaz de abdicar a vida boêmia, e ir contra o preconceito da família, e provar para Michele que pode ser o homem perfeito para ela? Ou será que é apenas desejo? Segundo livro da série Será que é Amor? Uma história engraçada, romântica e envolvente que encantou mais de 260 mil leitores no Wattpad

RESENHA DA BLOGUEIRA

Quando você pega um livro que dizem que aborda o preconceito ou o racismo você automaticamente associa a uma pessoa negra, mas nesse caso a gente vê que existem outros preconceitos  e racismo que as pessoas fingem não ver ou ignoram.
Michele perdeu os pais muito cedo, com o passar do tempo conhece Bianca, ela acabou conseguindo uma família de coração. Ela é rica, boca suja e uma mulher que não leva desaforo para casa. Barraqueira assumida, essa mulher conquistou meu coração ainda mais nesse livro. 
Neste livro você vê que  pessoas que lutam contra o preconceito, são as primeiras a se tornar mais preconceituosas ainda. E isso é muito triste.
Márcio, é um homem que sofreu uma grande decepção, e foi apunhalado por um membro da sua família, coisa que não esperava, mas não deixou de ser feliz e de viver.
Bom, como disse nesse livro vamos ver vários tipos de preconceitos que vão desde a cor de pele até mesmo a questão de classe social. E aprendemos com ele que para ser família não precisa ser de sangue, basta ter amor, carinho e respeito, pois  é isso que faz uma família. 
O que eu gosto muito na escrita da Vania, é que além dela abordar temas fortes, ela consegue colocar um toque de humor para não pesar, isso faz a escrita se tornar incrível e envolvente.

Leitura mais que concluída e apaixonada por essa história linda, que me levou das lágrimas ao riso em questão de um virar de página.

Que venha logo o livro três para que eu possa saber o que vai acontecer com a doce Mariana e a doidinha da Maria.