terça-feira, 3 de outubro de 2017

RESENHA LUNÁTICA - QUANDO OS CÉUS CONSPIRAM


Livro: Quando os céus conspiram
Autora: Chirlei Wandekoken
Editora: Pedra Azul
Resenha por Cinthia Gutierrez 

https://www.amazon.com.br/dp/B074CCXQ7Z

SINOPSE:


Ela sabia fazer sexo, mas ele ensinou-a a fazer amor!
Inspirado na história real de Charlotte Hayes (século XVII), uma linda cortesã de um bordel londrino conhecido como “convento”, Quando os Céus Conspiram narra as histórias de Amy Hayes e o conde Filippo Raspail. 
A linda camponesa escapara de ser estuprada por lorde Patchetts para dois anos depois ser violentada pelo filho bêbado de um fazendeiro. Desonrada, ela se muda para Londres em busca de trabalho. Mas Amy era bonita demais para ser empregada de uma dama. Ninguém queria aquela ameaça em sua casa. Restara a ela, portanto, A Casa das Damas, um conhecido bordel londrino que mantinha carruagem e criados de libré para suas damas da noite que eram ensinadas a se portarem como educadas ladies. Quando o visconde de Beauchamp, um dos lordes mais terríveis de Londres, tornara-se seu protetor, Amy caíra em total desgraça. Obrigada a ir com ele para Paris, num esquema de traição à Coroa Britânica, ela é salva por um cavalheiro quando tentava se matar no rio Sena. 
Filippo Raspail era um nobre que, como Amy Hayes, tivera um passado tremendamente infeliz. Tudo que ele queria era cumprir seus dias na terra para finalmente encontrar sua amada Juillet no outro lado do desconhecido. Morta há mais de 20 anos, ele se enterrava com ela, pois a amargura o consumia dia após dia. Quando os céus conspiraram a favor deles, Amy, que odiava todos os homens, tivera que aprender que nem todos eles eram bestas, como ela os chamava, e Raspail que a vida podia não ser tão lúgubre assim.

Resenha da blogueira

Em um momento de desespero, não conseguindo mais viver aquela vida suja que seu pai a fez aceitar sem ao menos se preocupar com seu bem estar, estava pronta pra pular naquele rio e acabar logo com todo o sofrimento de uma vida, porém o que ela não aguentava mais era que alguém, todas às vezes, a salvasse de seu ato insano, no entanto dessa vez apareceu alguém que mudaria a sua maneira de enfrentar a vida.
Filippo Raspail via naquela jovem desesperada um sentimento que ele sempre teve, porém ele sempre precisou ser forte para amparar aqueles que mais precisavam dele. Assim que viu o vestido de Amy sabia que seu amor do passado veio enfim ao seu encontro, agora jovem e com uma beleza estonteante.
Uma história construída seguindo sequência ao Quarteto do Norte, a autora mais uma vez faz o leitor se encantar com uma trama apaixonante, conflituosa, porém arrebatadora.
Um Conde e uma linda cortesã mostram que o amor não tem preconceitos, não tem abusos, mas tem a força de derrubar todas as barreiras impostas pelo preconceito. Com cenas pra lá de picantes a autora faz a trama se tornar nada clichê, e sim um romance de tirar o fôlego.

Super recomendo!!!