quarta-feira, 25 de outubro de 2017

RESENHA LUNÁTICA - COMO PARAR O TEMPO


LIVRO: COMO PARAR O TEMPO
AUTOR MATT HAIG
EDITORA HARPES COLLINS
LANÇAMENTO OUT/2017
RESENHA POR CINTHIA GUTIERREZ

SINOPSE

A Primeira Regra É Não Se Apaixonar. Tom Hazard esconde um segredo perigoso. Ele pode aparentar ser um quarentão normal, mas por causa de uma estranha condição está vivo há séculos. Da Inglaterra elisabetana à era do jazz parisiense, e de Nova York aos mares do sul, Tom já testemunhou tanto que agora precisa apenas de uma vida normal. Sempre trocando a identidade para se manter a salvo, ele encontra o disfarce perfeito trabalhando como professor de História em Londres. Assim, pode trazer suas experiências do passado como fatos vivos. Pode manipular as histórias para seus alunos. Pode levar uma vida normal. Tom só não pode se esquecer da primeira regra. Aquela sobre paixão... “Como parar o tempo” é um romance doce e envolvente sobre como se perder e se encontrar na própria história. É sobre as certezas da mudança dos tempos e o tempo que a vida leva para nos ensinar como vivê-la.


RESENHA DA BLOGUEIRA


Um livro totalmente diferente de tudo que já li, porém foi uma agradável surpresa.
Tom Harrell, desde criança sabia que era diferente das outras pessoas, séculos se passam e ele continua esbanjando uma aparência jovial, quem olha dá quarenta anos, porém com dúvidas. Agora de volta sua amada Inglaterra, onde sofreu, amou, teve sua vida iludida e destruída, se vê recomeçando como um simples professor de história, porém ninguém poderia saber de sua condição real.
Ele nunca soube de fato como rotular um homem com mais de 400 anos, até conhecer Hendrich e se filiar aos Albas, uma sociedade secreta que protegia todos que apresentavam essa peculiar condição.
No meio ao turbilhão de todos os anos que já viveu o personagem narra sua história de idas e vindas entre séculos passados e ao século atual tentando se proteger e aos que ama, com isso acaba por sofrer todos esses séculos. Seu amor infinito por Rose, pela busca de Marion e o conflito de não poder se apaixonar por Camille acaba vivendo em um mundo paralelo entre os anos vividos.
O autor foi espetacular nas passagens de tempo, deixando claro que não é um livro comum, mas sim aquele livro que tem toda uma bagagem escondida nas entrelinhas, contando brevemente com fatos históricos, personagens de renome na história contemporânea. Menciona a inquisição as bruxas devido a imposição religiosa e pela falta de conhecimento em séculos passados. O autor faz o leitor seguir viagem entre culturas, evolução da história e o conflito do personagem em aceitar essa evolução e se adaptar ao novo e viver em conflito com o passado que é tão doloroso ao ser lembrado.
Super recomendo a leitura a todos aqueles que possuem uma mente aberta a novos conhecimentos.

“ O tempo move-se para a frente. Temos o luxo de ter tempo, mas ainda não podemos revertê-lo. Não podemos pará-lo. Seguimos em via de mão única, como as efemérides.”Não pare o tempo, viva intensamente o tempo te resta.