segunda-feira, 31 de julho de 2017

DIVULGAÇÃO BIENAL RJ - AUTORA LUISA ARANHA



Luisa Aranha é jornalista, blogueira e escritora. Vive mudando constantemente de cidade. Natural de Porto Alegre/RS, tem o chimarrão como seu companheiro inseparável nas horas de trabalho. Atualmente reside em Manaus/AM.

Escrever para ela é tão natural quanto respirar. Faz parte de sua vida desde que foi alfabetizada. Antes disso, já era uma contadora de histórias, inventando brincadeiras, teatros e diálogos com suas bonecas. Seu autor preferido é Gabriel Garcia Marquez e o livro que lhe inspira a contar histórias do cotidiano é Feliz Ano Velho de Marcelo Rubens Paiva.

O blog Causos & Prosas, que teve sua primeira postagem em 2009, foi uma forma, inicialmente, de expressar seus sentimentos e se manter próxima dos amigos distantes. Ele tem um pouco de tudo: contos, crônicas, poesia, desabafos, cartas, opiniões e assuntos do cotidiano. A escrita de Luísa fala de sentimentos, realidades e, em sua maioria, serve para que o leitor reflita e se sinta tocado de alguma forma pelas palavras. Transformando sentimentos em palavras, com ironia e bom humor, para conversar com o leitor.

É autora de Amar só se ama uma vez..., Noites de Verão e da Duologia Amor & Sexo. Organizou a antologia de contos Isso também é preconceito! E recentemente foi finalista do Prêmio Sesc de Literatura, com o chiklit ainda inédito, Todas as bocas que beijei (ou sonhei). Todos disponíveis emwww.causoseprosas.com.br.

CONFIRA AS OBRAS DA AUTORA


Sinopse: Uma mulher que só pensa em casar, uma pessoa que se sente marciana, encontros, desencontros e reencontros de amor, um homem que se sente atraído por uma mulher, uma mulher que se apaixona novamente pelo colega de escola, alguém que é traído, alguém que está apaixonado e alguém que sente uma saudade infinita. Sentimentos, palavras, alucinações , sonhos e vontades. Medos, loucuras, desejos, poesia, prosa, causos, lágrimas e amor. Misturou todos os ingredientes? Então agora abra o livro e saboreie.


Amar só se ama uma vez... Era assim que Laura, melhor amiga de Suzana via o amor. Para Suzana isso não fazia o menor sentido até Gabriel entrar em sua vida.
Amigas inseparáveis e uma frase profética. Suzana se faz forte diante de situações difíceis. Ao seu lado Fabrício, em seu coração Gabriel e na cabeça o desejo de ser feliz que transborda de seu olhar.
A previsão feita por uma cigana demorou, mas Suzana teve aprova que era verdade. Demore o tempo que for preciso, uma história de amor sempre terá um final feliz.
Destino! Se você acredita nele não desperdice sua chance pois Amar só se ama uma vez...


É possível que um bate papo virtual desperte a vontade de recomeçar a vida depois de perder seu grande amor e tentar o suicido? “Sexo Virtual, Amor Real” conta a história de Marina, uma mulher de 24 anos , que começa um novo caminho a partir do momento que conhece o segundo Leonardo de sua vida.
Sinopse: Quando Marina entrou numa sala de bate papo qualquer naquela noite ela só queria dar o troco no namorado. O que ela não esperava era que quem teclava do outro lado fosse Leonardo e que todo o seu passado viria como um caminhão desgovernado, mais uma vez, atropelando sua vida e abrindo de novo as feridas que ela achava que estavam cicatrizadas.
Aquela conversa a fez acordar de um coma que ela mesma induzia para não sentir toda a dor que trazia consigo. Foi aquele bate papo que fez renascer nela a vontade de viver, de existir e de superar. Mas ela era confusa demais e reviver tudo que tanto doía podia ser a melhor forma de destruir sua vida para sempre.
Leonardo, Leco, Leo... Seriam a mesma pessoa? Esse nome tão familiar que havia partido cedo demais de sua vida agora retornava através de conversas sexys e profundas pela tela do celular. Não eram a mesma pessoa. Mas ela queria tanto que fosse.
Havia distância, segredos e mentiras em todas as conversas. Haviam sentimentos confusos, intensidade e vontades. Seria paixão? Uma nova chance pra ela? Será que um encontro virtual poderia se tornar real?


Sinopse: Preconceito está em toda a parte e ás vezes nem nos damos conta disso. Foi partindo dessa premissa que 20 autores se reuniram para abordar o tema em 20 contos diferentes e inusitados. Todos com um único objetivo: te mostrar que preconceito é ruim.

Sabemos que a batalha é árdua e que alguns textos podem te chocar ou mesmo fazer com que você se identifique. Tudo bem se isso acontecer. Não se preocupe! Isso não significa que você seja uma pessoa ruim. Significa apenas que você, assim como tantos outros, precisa mudar.

E por isso, caro leitor, desejamos a você uma deliciosa leitura e uma dolorosa reflexão.



Organização: Gislaine Oliveira e Luísa Aranha



Sinopse: Quando Leo descobre que a menina do bar é a mesma por quem ele se apaixonou sem nunca ter sentindo gosto, experimentado o toque ou se quer olhar nos olhos, seu mundo desaba.
Marina, Nina, Mazinha, Mari... Qual será a versão que Leo irá conhecer dessa vez? Todos os sinais dizem para ele manter distância, mas aquilo que era virtual virou real. Ela ainda pensa em morrer e ele... ele só quer viver ao seu lado.
Nada é tão fácil na vida. Fotos vazadas. Vontade de morrer, vontade de viver, medo, dúvidas, certezas e o passado. Amar é suficiente para superar? O amor é capaz de curar?
Depois de Nina contar sua história, em “Sexo Virtual, Amor Real”, e começar a enfrentar seus fantasmas é a vez de Leo. Eles já conhecem a essência um do outro. Já se apaixonaram pela internet e sabem como cada um enxerga o mundo. Um amor virtual, pode se tornar real?