domingo, 28 de maio de 2017

RESENHA LUNÁTICA - NO SEU OLHAR


RESENHA CRÍTICA

LIVRO: NO SEU OLHAR
AUTORA: FLÁVIA PIMENTA
EDITORA: NOVO SÉCULO 2016
Nº DE PÁGINAS: 272
LINK: http://www.gruponovoseculo.com.br/autores/flavia-pimenta/no-seu-olhar.html

SINOPSE

Dono de uma beleza e uma fortuna invejável, Tony tem tudo o que um homem deseja, menos a felicidade. Ele esconde uma dor profunda de culpa, é um sonhador dominado e oprimido pelo pai. Cansado de todas as imposições que o dinheiro lhe faz, Tony abdica de tudo e sai em busca da felicidade, compondo suas músicas e sendo livre. Porém, a vida coloca o amor em seu caminho, na forma de tudo aquilo que ele despreza: arrogância, dinheiro e poder. Assim é Lívia, a mulher que faz com que novamente ele tenha que escolher. Uma linda história de recomeços, perdão e amor!

RESENHA DA BLOGUEIRA

Sabe quando você olha várias e várias vezes para um livro e não se convence que ele pode ser bom apenas olhando a capa. Sim! Eu me enganei, tirei conclusões precipitadas julgado o livro pela capa. Ontem estava num tédio sem fim, numa TPM infernal e o livro na estante olhando pra mim, olhei pra ele e falei: me surpreenda, pois essa capa aí só jesus. Não é a primeira vez que fico assim com capas dos livros dessas editora. Assim que comecei a ler o livro não acreditei o quanto estava enganada com uma história fantástica parada ali. Um livro com uma história leve, envolvente e que me fez apaixonar pelos personagens Tony, um homem com todos os luxos possíveis, mas não poderia viver seu maior sonho: a música, num momento de desespero larga tudo, deixando pra trás dinheiro e família. Agora não passava de um simples empregado na empresa da jovem Lívia, mulher forte e fatal. O que ambos não sabiam que iriam se entregar a uma paixão sem limites e de muitas surpresas. Todos os personagens secundários foram cativantes, fazendo o leitor realmente viver cada momento dessa trama. A autora foi outra pessoa que me surpreendeu com sua praticidade em desenvolver a história, não teve enrolação e foi muito objetiva. Teve momentos que precisei parar de ler com medo do livro acabar. Achei que nunca iria mendigar tanto páginas de uma história. No início o Tony estava me irritando chamando Marina toda hora de irmãzinha e Marininha. kkk Ao meu ver apesar da história ter no final a parte da vinícola, não acho que a capa foi adequada a história. Deveria ser tão marcante quanto os personagens e suas peculiaridades. Deixo aqui minha super recomendação a essa leitura extraordinária.