terça-feira, 21 de março de 2017

Com 17 anos, autora já lançou um livro e publicou em 8 antologias

Gente, fiquei tipo :o, ela tem 17 anos e já fez tudo isso? SIM. Fez. Estou falando da  Isabelle Dutra Bissoli. Ela escreveu o livro "Seven Days", lançado recentemente pela Editora Coerência. Vamos ver a sinopse?

Onde estou?

O que tenho que fazer?

E o mais importante: Quem eu sou?

Gostaria de me apresentar mas não vai ser possível, já que não tenho memória alguma… Tudo o que sei é que em uma bela péssima noite eu acordei em um local chamado Seven Days, com mais seis jovens, onde recebemos a notícia de que estávamos mortos.

Disseram-nos que isso não seria o fim: um de nós sete teria a chance idiota de continuar a vida como espírito, mas para isso teria que ser o primeiro a resgatar sete almas penadas em sete dias. A melhor parte disso tudo, no entanto, é que a cada alma capturada, um pedaço da nossa memória irá voltar.

E para piorar eu ando tendo sonhos com uma garota chamada Rose, que já esteve aqui antes. Agora apresento a vocês a informação que mais faz sentindo: Eu estou enlouquecendo. Alguém ainda consegue me ouve?

Agora sobre a autora:
Ela mora em Guarulhos com seus pais e três irmãos, onde cursa o Técnico de Administração e Secretariado EAD pela ETEC. Seu maior hobby sempre foi ler e por isso desde do início soube que seria escritora. Sua primeira publicação foi em uma antologia quando tinha 15 anos e depois disso já participou de outras sete. No seu tempo livre publica em seu blog chamado Claro... Só que não e no seu canal Isabelle Bissoli onde conta sobre sua vida, dá dicas de comportamento, relata como é a sua carreira literária e muito mais. Isso contribuiu para que fosse selecionada para a Galera Capricho em sua versão 2016/2017. Atualmente está em busca de realizar todos os seus sonhos, que acreditem, não são poucos.

Segundo ela, sempre contou histórias antes mesmo de ter aprendido a escrever. Sempre adorou criar mundos e personagens para passar o tempo. A maioria da suas inspirações para escrever vem dos  seus sonhos e quando não vem deles, vem das pessoas a sua voltas e situações do cotidiano.
A sua maior dificuldade foi desenvolver uma história digna de ser publicada. "Como disse, sempre estava criando mundos e personagens, mas eu nunca tinha achado algo que falasse "isso sim merece ser mais do que um conto. Inclusive Seven Days no começo tratava de algo totalmente diferente no e aos poucos foi se transformando no que é hoje", afirmou.

Isabelle afirmou que está aberta para escrever qualquer gênero: Sou daquelas que diz: "Nunca diga nunca" especificamente quando se trata de livros. Não quero ser uma escritora de um gênero só, mas tem um que não me sinto preparada para escrever é auto-ajuda.

Sobre os autores que a inspiram, ela disse os nomes Thalita Rebouças, Bruna Vieira, Babi Dewet, Meg Cabot, Suzanne Collins, Lauren Kate, J.K. Rowling e Stephenie Meyer.


A autora afirmou que seus futuros projetos são muitos. "Esse ano planejo publicar mais livros voltados para a adolescência e com temas que merecem ser discutidos. O próximo com certeza será: Os meus quinze anos,  onde falará exatamente sobre essa fase e o legal é que escrevi esse livro com essa idade então passa ainda mais a emoção de uma adolescente", destacou.

Olha o que ela dissse sobre a sua casa editorial: A editora Coerência é um amor! Fui bem acolhida e me deram uma chance de ouro.
Sempre bem capacitados no que fazem e não tenho o que reclamar.