sábado, 18 de fevereiro de 2017

Primeiras impressões do livro "Vila dos Pecados"

Primeiras Impressões
Livro: Vila dos Pecados
Autora: Soraya Abuchaim
Editora: Coerência – 2017

SINOPSE:
Final do século XIX. Enquanto o mundo passa por transformações importantes, existe uma vila inóspita, que vive à margem da civilização e que tem as suas próprias e estranhas leis.
Lendas escuras a rondam e histórias macabras sobre Ponta Poente povoam o imaginário popular.
Quando o padre Alfonso Anes, um exemplo vivo de amor e resignação, chega à vila para substituir o seu antecessor, depara-se com segredos que o farão duvidar da própria sanidade, e uma onda de mortes trará o caos para aquele lugar ermo.
Quem estará a salvo? Serão estes segredos o fim de quem os esconde? O que esse universo tenebroso revelará para o mundo?
Um suspense sinistro, que envolverá completamente o leitor e o levará a compartilhar dos segredos da Vila dos Pecados. (Fonte: Skoob)

Primeiras impressões
Como qualquer leitora tenho uma fila interminável de livros para ler e coloquei na cabeça que deveria pegar essa nova obra e ler apenas algumas páginas para fazer esse texto, mas como fazer isso se antes mesmo do fim do primeiro capítulo você já se sente parte da história? Não dá!
A obra começa tranquila e você acha que se trata de um simples padre narrando suas experiências durante o sacerdócio, umas boas e outras nem tanto. Então quando você menos espera as coisas começam a mudar de tom, senti meus olhos saltarem e respirei fundo até ter certeza do que estava lendo... Pronto estava envolvida e não tinha mais escapatória.

Esse momento que te faz ficar de olhos saltados vocês só vão descobrir lendo, sem spoilers, mas o livro é cheio dessas reviravoltas o que não o torna cansativo e sim uma leitura viciante que te faz querer saber mais e desenterrar todos os podres dos habitantes da pequena cidade de Ponta Poente.
Como boa leitora e apaixonada por um senhor em particular chamado Machado de Assis, não pude deixar de lembrar meu querido Bentinho assim que vi o nome do personagem Bento, onde assim como o personagem de Machado o menino vivia um conflito entre seguir a vida que a mãe lhe impôs ou se rebelar e viver a vida como bem quisesse. O destino do Bentinho de Dom Casmurro fora bem diferente do Bento de A vila dos Pecados. O que não torna a história menos intrigante, nem menos cercada de mistérios.

Como já disse anteriormente o livro é cheio de reviravoltas e claro que antes do final do segundo capítulo acontece outra que te faz pensar “A história acabou?”, mas não é quando ela começa a ficar mais interessante ainda e é uma sucessão de fatos que vão deixar os leitores de cabelo em pé com certeza.
Foi o primeiro livro da autora que li e tenho certeza que será um grande sucesso, não só pela história envolvente, mas por uma escrita que há muito não via igual. Quem sabe uma resenha não me aguarda mais a frente?!