terça-feira, 1 de novembro de 2016

Resenha crítica: Sete Pecados ao Vento



Resenha Livro :Sete Pecados ao Vento
Autor: J.O.Brook

O que você faria se sofresse a perda de um grande amor por culpa dos outros?
Se tivesse a chance de se vingar, seria você capaz disso?
Será que o ditado, a vingança é um prato que se come cru e quente, é verdade?
Antonio Bravo era um pescador de uma vila em Portugal,começou a trabalhar cedo querendo conquistar suas coisas com seu suor. Nunca se envergonhou de sua origem e desde cedo se fez ser respeitado.
Ana Maria ou Aninha é uma moça de origem nobre com uma família com grande poder sobre a pequena vila de Portugal.
Quando duas Almas se encontram elas não olham classe,cor ou credo, simplesmente você sente a necessidade de amar aquela pessoa.
O amor de Antonio e Aninha, foi um amor que cresceu a cada dia tendo uma vila pequena e algumas beatas como as noveleiras e história esperando a merda bater no ventilador para ver o que iria acontecer.

Uma noite de amor foi tudo o que tiveram até tudo vir a tona e começar o desenrolar desse livro que me fez ansiar e amar cada página lida.
Quando eu li a sinopse e vi a capa desse livro ja fiquei completamente encantada,mas nem mesmo com toda esse chamariz eu teria imaginado um final para o primeiro livro como foi esse. Se você procura um livro cheio de trama,suspense e emoção, esse é o livro certo pra você.
Mas se também  procura um livro cheio de amor,desejo,ilusão,luxúria aonde entre tudo que é consensual é válido para ambos os parceiros esse livro também é pra você!
Eu ansiava e desejava cada capítulo para saber se minhas suspeitas estavam certas,mas foram poucos os meus acertos o que me surpreendeu, pois o clichê com toda certeza não faz parte desse livro.
Parabéns aos Autores pelo trabalho magnífico,principalmente ao João Ribeiro que me deu a honra de me chamar e me apresentar esse livro maravilhoso e surpreendente.
Nota Dez em aprovação e a leitura mais que indicada.

Espero agora a continuação e o desenrolar dessa trama surpreendente.

*Resenha feita por SCarolina Miranda, anjo lunática