sábado, 5 de novembro de 2016

Confira a entrevista lunática internacional com a autora K.Bromberg da triologia Driven; assista o vídeo exclusivo



Mais uma novidade super top e a repórter da vez foi nossa Anjo SCarolina Miranda, que conseguiu com exclusividade essa entrevista fodática com nada mais, nada menos que K.BROMBERG, autora da famosa trilogia: Dríven. Para quem conhece Colton Donavan sabe o quanto essa mulher é poderosa e amada aqui no Brasil.
                  Créditos da Entrevista: Scarolina Miranda Fabíola Morgan e Fernanda Alves


Conhecendo a Autora:
K. Bromberg é autora best-seller do The New York Times e do USA Today. Ela escreve romances bem atuais que misturam delicadeza com muita sensualidade. Bromberg gosta de criar heroínas fortes, além de seus heróis problemáticos – que nós amaremos odiar e odiaremos amar.
Driven é o primeiro volume da série de mesmo nome. A Universo dos livros também publicará:
- Fueled (vol.2)
- Crashed (vol.3)


Entrevista K. Bromberg
1     Quem você imagina como os avatares de Colton e Rylee?
kristin: Eu realmente não tenho nenhum. Eles estão estritamente na minha cabeça e eu não consigo optar por escolher algum porque acho que é importante para os leitores manter a sua própria imagem de Rylee e Colton.

2.    Como foi sua reação quando descobriu todo esse amor e carinho dos fãs brasileiros? Como você se sentiu em publicar seus livros em outra língua e fazer sucesso em outro país?
Kristin: EU AMO meus leitores brasileiros! É surreal para mim pensar que em algum lugar no mundo, alguém está lendo sobre a minha Rylee e meu Colton... E de repetente cai a fixa que é em um idioma diferente!

3.    Sobre crianças órfãs... Você tem uma criança adotada? Ou você já pensou em adotar um?
Kristin: Eu não adotei nenhuma criança. Eu também não me oponho a isso, mas atualmente minhas mãos cheias com meus próprios três monstrinhos (risos).

4.    Além deDriven, você já escreveu outra série de livros? Ou está escrevendo algum no momento? Se você estiver, você poderia falar um pouco sobre isso?
Kristin: Escrevi os livros da série Driven (Driven, Fueled, Crashed, Raced e Aced) e depois escrevi livros autônomos que tratam dos personagens da série. Cada livro é único e eles são SlowBurn, Sweet Ache, Down Shift, Hard Beat. E eu estou atualmente prestes a lançar meu primeiro livro não relacionado a série chamadoSweetCheeks. É um livro sobre segunda chance no amor, trazendo uma história entre um padeiro e uma estrela de cinema... E mal posso esperar para que possam lê-lo!

5.    Aqui no Brasil, Colton Donavan é a chamado demolhador de calcinhas... Um herói para as mulheres, o sonho de qualquer uma. Qual foi a inspiração para esse personagem específico... Existem rumores que a inspiração veio de Gideon Cross, um personagem da autoraSylvia Day. Isso é verdade? 
Kristin: Não havia inspiração especifica para ele, realmente. A comparação é feita com Gideoncreio eu porque tanto Sylvia quandoeu usamos o apelido de "Ace" para os nossos homens, mas é isso, embora eu seja um pouco afeiçoada peloGideon. Ri muito agora.

6.    Você pretende vir ao Brasil e conhecer seus fãs brasileiros e quem dar algumas entrevistas aqui?
Kristin: Em algum momento, eu adoraria!

7.    O que fez você falar sobre essa questão polêmica que é a violência contra as crianças?
Kristin: Nada em especifico, era só quem era Colton, fazia parte da história dele e assim eu o escrevi assim.

8.                8- Existe um verdadeiro Colton Donovan? Kristin: Não que eu saiba (Risos).

9. Aqui no Brasil o primeiro livro da série Driven já foi lançado. Você tem uma ideia quando os outros serão publicados?
Kristin:Infelizmente eu não tenho uma data para você. O melhor conselho seria perguntar ao meu editor e mostrar que você está ansiosa pelos outros livros, assim quem sabe a tradução seja feita o mais rápido possível.


Confira o VÍDEO EXCLUSIVO  para o Lunáticas por Romances:





Conheçam um pouco dessa trilogia:

Capa do livro
DRIVEN
Rylee Thomas está acostumada a ter sempre o controle. Agora, porém, ela estará frente a frente com o único homem capaz de convencê-la a abrir mão desse privilégio...
Em um mundo cheio de mulheres prontas a fazer qualquer coisa em nome do desejo, Rylee sempre foi exceção à regra. Assim, ela apareceu como um desafio na vida do belo Colton Donavan, um piloto profissional habituado a conseguir exatamente o que deseja.
Colton é um bad boy impulsivo, sempre testando limites, uma bomba prestes a explodir. Rylee havia construído um mundo seguro, com disciplina e cuidado, longe de homens como ele. Colton não pode dar a segurança que Rylee precisa, e ela também se sente incapaz de satisfazer um homem tão intenso.
Mas Colton balançará a vida de Rylee como uma tempestade: tirando-a do controle, testando sua vulnerabilidade e – sem qualquer intenção –atravessando a muralha que protege o coração abalado da garota.
Após Rylee e Colton descobrirem que possuem em comum uma impressionante química sexual, será que os dois conseguirão superar a necessidade de controle para se entregarem a uma relação? E na colisão entre esses dois mundos tão distintos, será suficiente apenas a atração para uni-los? a atração para uni-los? 
FUELED
  • Capa do livro
    O que acontece quando a única pessoa que você nunca esperou de repente passa a ser a pessoa que você vai lutar duro para manter? Colton roubou meu coração. Ele não deveria, e eu com certeza não queria, mas ele bateu em minha vida, inflamou sentimentos dentro de mim que eu pensei que tivessem morrido para sempre, e alimentou uma paixão que eu nunca soube que poderia existir. Rylee caiu de um maldito armário e na minha vida. Agora, acho que eu nunca mais serei o mesmo. Ela vislumbra a escuridão dentro de mim, e ainda assim ela ainda está aqui. Ainda lutando por mim. Ela é, sem dúvida, uma santa, e eu sou definitivamente o pecador. Como é que é a única coisa que nenhum de nós queria, nenhum de nós antecipou - aquela Ele rouba minha respiração, meu coração para, e me traz de volta à vida novamente tudo em uma fração de segundos. Mas como posso amar um homem que não vai me deixar entrar? Quem continuamente me empurra para me impedir de ver os segredos danificados em seu passado? Meu coração se apaixonou, mas a paciência e o perdão simplesmente podem ir muito longe. Como posso desejar uma mulher que me enerva, me desafia e me obriga a ver que no fundo do abismo negro da minha alma há alguém digno do seu amor? Um lugar e pessoa que eu jurei que nunca seria novamente. Seu coração altruísta e corpo sexy merecem muito mais do que eu jamais serei capaz de dar a ela. Eu sei que não posso ser o que ela precisa, então por que eu não posso simplesmente deixá-la ir.
  • Somos movidos pela necessidade e alimentados com desejo, mas é o suficiente para nos chocar com a paixão.
Capa do livro
CRASHED
 Quando a vida desaba ao nosso redor, o quanto estamos dispostos a lutar pela única coisa que não podemos viver sem, um ao outro? A vida é cheia de momentos. Grandes momentos. Pequenos momentos. E nenhum deles é irrelevante. Cada momento prepara você para aquele instante que define a sua vida. Você tem que superar todos os seus medos, enfrentar os demônios que o perseguem e limpar o veneno que se apega a sua alma ou você corre o risco de perder tudo. O meu começou no minuto que Rylee caiu fora daquele maldito armário de armazenamento. Ela me fez sentir. Me fez inteiro quando tudo o que pensei que poderia algum dia ser incompleto. Tornou-se a tábua de salvação que nunca soube que precisava. Inferno, sim, ela vale a pena a luta… mas como você luta por alguém que você sabe que não merece?




 EQUIPE: LUNÁTICAS POR ROMANCES