sábado, 28 de maio de 2016



ENTREVISTA LUNÁTICA INTERNACIONAL







ENTREVISTA MEGA EXCLUSIVA COM A AUTORA ESTRANGEIRA
Terri Anne Browning. Gostaria de agradecer a autora por seu tempo e responder as perguntas lunáticas, a Editora Bezz por toda ajuda e apoio e a Valeria Avelar pela tradução e toda operação por traz da entrevista. Segue entrevista na integra:

1. How/why did you start writing? Como você entrou no mundo da escrita?

Comecei a escrever aos 16 anos porque estava cansada com os finais dos livros que estava lendo na época. Minha tia, que me iniciou no mundo da leitura, incentivou que eu escrevesse meus próprios finais. A partir daí comecei a escrever. Há três anos eu transformei meu passa tempo em uma carreira, e são três anos realmente maravilhosos.

I started writing when I was 16 because I was bored with how all the books I was currently reading ended. My aunt, who got me into reading in the first place, told me to write my own endings. I’ve been writing in my spare time every since. Three years ago, I got to turn my spare time fun into a career and it has been a truly amazing three years.


2. Where do you find inspiration for writing? Como você busca inspiração para escrever?

Música, principalmente. Ao ouvir uma música, sua letra me toca e acabo criando um enredo partindo dela. No entanto, algumas vezes, a história demora um pouco mais para se desenvolver. “Nos Braços do Roqueiro” levou meses para ser desenvolvida, mas apenas duas semanas para ser escrita.

Music, mostly. I will be listening to a song and the lyrics will hit me and I can form a possible plot just from them. Sometimes, however, it takes a little longer for the story to brew. The Rocker Who Eu os AMEI e os ADORO. Eu me sinto tão honrada e privilegiada em ter um grupo de leitores tão maravilhoso no Brasil. A quantidade de e-mails e mensagens que recebo deles diariamente é fascinante.Holds Me took months to brew but only two weeks to write.

3. What do you feel about the Brazilian readers? Como você percebe o Mercado literário brasileiro?


I LOVED and ADORE them! I’m so honored and privileged to have such an amazing group of readers in Brazil. The amount of emails and messages I get from them on a daily basis is truly endearing.


4. What is the feeling of having your books published in other countries? Como você se sente, vendo seus livros sendo publicado em outro país?

Ainda é difícil de acreditar que meus livros estão em vários países. Comecei na Alemanha e agora o Brasil. E a crescente demanda por mais me inspira a trabalhar cada vez mais para dar o que os leitores esperam.

It is still hard to believe that I have my books in multiple countries. It started with Germany and now Brazil and the continued demand for more inspires me to work as hard as possible to give the readers what they want.

5. Do you have a favorite character? Você tem um personagem predileto?

Meu personagem favorito é o Jesse, porque eu lhe dei a personalidade do meu marido, Mike. Cada vez que penso nele eu sorrio. Cada vez que um leitor diz que ele é o seu favorito eu faço uma dancinha da felicidade. O Mike é um homem, marido e pai maravilhoso e espero ter passado isso para o Jesse Thornton.

My favorite is Jesse because I gave him the personality of my husband, Mike. Every time I think of him I smile. Every time a reader tells me that he is their favorite I do a happy dance. Mike is an amazing man, husband and father and I hope that I portrayed that with Jesse Thornton.

6. Do you have any interesting story involving a Brazilian reader? Já teve algum fato interessante com algum leitor brasileiro?

Já tive várias historias que os leitores me contaram sobre o como os livros os inspiraram ou os ajudaram durante algum momento em que eles precisavam de um tempo para fugir da sua rotina diária. Uma foi de uma mulher, cuja família estava aqui nos Estados Unidos e ela trabalhava num hotel no Brasil. Ela me comoveu ao dizer que ela se sentia mais próxima aos seus filhos, pois a filha mais velha estava lendo os mesmos livros que ela e elas podiam discutir as histórias por telefone ou e-mail. Meus livros as aproximaram e fizeram com a distância entre mãe e filha parecesse menor.

I’ve had many, many stories from readers who have told me how much my books have inspired or helped them out during a time when they needed just a few hours of escape from their everyday lives. One was a woman whose family was here in the states and she worked at local hotel in Brazil. She warmed my heart by telling me how much she felt like she was with her kids because her oldest daughter was reading the same books as she was and they could discuss it on the phone or through emails. My books brought them closer and made the distance between mother and daughter feel a little smaller.

7. Who is Terri Anne? Quem é Terri Anne?

Essa é uma pergunta difícil. Sou uma mãe e esposa. Sou essas duas coisas antes de qualquer outra. Sou uma leitora antes de ser autora, porque para mim a leitura é uma parte tão importante de mim quanto a cor dos meus olhos. Por último sou uma autora, já que ainda não me sinto como se fosse uma autora de verdade. Eu digo a cada aspirante a autor que eles se tornam autores de verdade no dia em que decidem sentar e escrever a primeira frase, do primeiro capítulo de seus livros, mas ainda estou tão em choque pelo amor que meus leitores demonstram pelo meu trabalho que não parece real. Parece que um dia vou acordar e descobrir que tudo foi apenas um sonho.

That is a very hard question. I’m a mother and a wife. I am those things first and always before I am anything else. I’m a reader before an author because for me reading is as much a part of me as my eye color. I’m an author last because I still don’t feel like I’m truly an author yet. I tell every aspiring author that they become a true author the day they decide to sit down and write the first sentence in chapter one of their book, yet I am still so shocked by the love for my work that readers have that it doesn’t feel real. Like I will wake-up one morning and it will all have been a dream.

8. Would you come to Brazil to release your books and met your readers? Você faria um lançamento aqui no Brasil para conhecer seus fãs?

Sim, eu adoraria ir ao Brasil se conseguir conciliar com minha agenda. Adoraria encontrar os leitores e comemorar seu amor pelo meu trabalho.

Yes. I would love to come to Brazil if my schedule would allow it. I would love to meet the readers and celebrate their love for my work with them.

9. How was the sensation of writing about these Hot Rockers? Como foi escrever uma série de Roqueiros gostosos?

Eles parecem tão reais para mim! Algumas vezes é difícil não pensar neles como pessoas reais e não apenas como pessoas em minha mente. Suas vozes são tão altas (fortes) como a minha na maioria das vezes. Amei escrever sobre cada um e todos eles. Alguns mais que outos, já que não quiseram cooperar comigo e fazer o que eu queria. (SHANE! Z!)

They feel so real to me! Sometimes it is hard for me to switch between thinking of them as real and not just people that live in my head. Their voices are as loud as my own most of the time. I loved writing each and every one of them. Some more than others because they didn’t want to cooperate with me and go where I wanted them to. (SHANE! Z!)

10. What do you think about the present literature? Como você vê a literatura atual?

Eu acho que o dia não tem horas suficientes para ler tudo. Há tantos livros maravilhosos por aí e eu quero dar conta de todos, mas não tenho tempo suficiente para lê-los.

I think there isn’t enough hours in the day to read it all. There are so many amazing books out there and I want to gobble them all up, but don’t have nearly enough time to read them.

11. How do you imagine yourself in ten years’ time? Como a Terri se vê daqui a 10 anos?

Espero que escrevendo sobre os netos ou bisnetos da Emmie e dos outros roqueiros. Meu plano é manter essa família roqueira viva pelo tempo que os leitores quiserem. O Legado dos Roqueiros vai ser mantido por seus filhos e, mais tarde, talvez netos.

Hopefully writing about Emmie and the other rockers’ grandchildren or great grandchildren. My plan is to keep this rocker family alive for as long as readers want more of them. Rockers’ Legacy will carry on their stories with the kids and later on perhaps the grandchildren.

12. What is your opinion about literary piracy (unauthorized copies of books)? Como você encara a pirataria Literária?

Eu Detesto! Pirataria é crime e tira o dinheiro dos autores que colocam seu coração, alma, sangue e lágrimas em cada palavra que está dentro de cada livro.

I detest it! Piracy is thievery and takes money away from the authors who pour their heart, soul, blood and tears into every word that is inside each book.

13. Do you have any particular inspiration for your books? Seus livros são baseados em alguém especial?

Música. Sempre a música. Cada livro que escrevo sempre começa com uma playlist maravilhosa. Se não tiver música não consigo escrever.

Music. Always music. Each book I write always starts with a really amazing playlist. If I don’t have music I can’t write.

14. What is your greatest fear? And your greatest dream? Qual seu maior medo e sonho?

Meu maior medo é um avião cheio de palhaços. Esse, realmente, é meu pesadelo. Meu maior sonho? É ter meus Roqueiros transformados em realidade em um seriado na HBO ou outro canal a cabo. Assistir Emmie, Nik e todos os outros Roqueiros com suas famílias ganhando vida diante de meus olhos.

My greatest fear is a plane full of clowns. That is truly my nightmare. My greatest dream? To have my Rockers become a reality with a TV series on HBO or some other paid channel. To watch Emmie and Nik and all the other rockers with their families come to life right before my eyes.


Thanks a lot for you attention and interview.