sábado, 19 de março de 2016

ÚLTIMO ROMANCE

                                   CAPÍTULO 04




“A VERDADEIRA FELICIDADE ESTÁ NA PRÓPRIA CASA, ENTRE AS ALEGRIAS DA FAMÍLIA.”

                                                      (Thomas Jefferson)

  O caminho pra casa dos meus pais esta tranquilo, não vejo a hora de pegar minha princesinha e matar a saudade. Sempre que eu ligo ela diz que esta com saudade e quer beijar meu nariz. Não sei o que ela ver nele, mas ela é fixada por ele. - rsrsrs    Assim que aciono o alarme o portão automático começa a abrir e de repente ouço uns gritinho de longe e logo vejo minha princesa, estaciono o carro desço e corro pra encontrar ela.

-Tio Bê, eu pensei que ia morrer de tanta saudade do senhor, porque você nunca mais veio me visitar estou tão “tiste”.- E logo percebo que ela está chorando:
 - Não chore minha princesa o tio tem trabalhado tanto que quando eu largo você já esta dormindo minha flor, mas prometo te ligar todo dia e você também pode pedir pra vovó ligar a hora que quiser pra mim e irei te atender está certo? Ela acena com a cabeça e diz:
- Tio você “complou” a minha boneca? Faz um biquinho lindo, eu começo a rir e beijo sua bochecha rosada e digo:
 -Claro que eu trouxe está lá no... Nem termino de falar e ela já saiu correndo e gritando. Vóóóóóóóó, o tio já chegou e trouxe a minha boneca, ai meu Deus eu te amo viu tio Bê. Começo a rir e digo:
-Também te amo minha princesa, agora vamos entrar que eu estou morrendo de saudades d seus avós. Assim que eu entro sou recebido por minha mãe ela estava eufórica já que fazia tempo que não nos víamos por conta do meu trabalho, mas sempre que posso estou junto deles principalmente nas datas comemorativas.
- Meu filho, quanto tempo, como você esta? Estava com tanta saudade, mas teve uma pessoa em especial que não parava de falar em você e chorava esperando sua ligação. Dou-lhe um abraço e digo:
- Também mãe estava morrendo de saudades e me desculpe pela ausência é que ultimamente tenho trabalhado de mais. Eu não tenho do que reclamar, pois estou na posição que sempre sonhei.
- Ok meu filho vamos deixar de lado o seu trabalho de lado e trate de descansar e trate logo de subir trocar de roupa enquanto preparo um lanche pra você. Antes que eu esqueça seu pai não pode estar aqui pra ti receber, pois houve um contra tempo em uma das obras e o engenheiro solicitou a presença dele lá.
  Assim que me estabilizei na vida tirei meu pai do seu trabalho e o ajudei a montar uma pequena empresa de obras e reformas em geral hoje ele não coloca mais a mão na massa só faz supervisionar e analisar os trabalhos que são feitos.
Na manhã do sábado até pensei em dormir um pouco, mas sou despertado por umas mãozinhas acariciando o meu rosto e dizendo:
- Acorda titio, sabia que eu te amo! Falem-me tem como continuar dormindo depois dessa declaração? Abro os meus olhos de repente e ela da um pulo em cima de mim e começamos a sessão de cócegas até ela não aguentar e começar a gritar.
 - SOCORRO vozinha ele quer me mata.  Começamos a rir.
Aprontei-me e desci para tomar um café da manhã Bem reforçado, e depois saímos pra passar o dia fora.











                             
                                                  CAPÍTULO 05



“SEM PRESSA... O DESTINO JÁ ESTÁ ESCRITO E AS ALMAS SABEM QUANDO SERÁ O ENCONTRO.”
                                                          (Flávia Abib)

Passamos o sábado nos divertindo muito entre sorvete e refrigerantes e outras guloseimas não permitem ela comer essas coisas, mas ninguém é de ferro e me permito ceder aos pedidos da minha princesa. Voltamos pra casa e tomar banho e ela foi toda emburrada vê se pode querer dormir suja, só sendo criança mesmo rsrsr. Conversei bastante com meus pais depois subi e fui dormir.
    Por volta da uma da madrugada minha mãe me chama pra levar minha boneca ao pronto socorro, pois ela não parava de tossir e estava querendo cansar, no fundo me dá uma ponta de culpa por ter a deixado tomar sorvete, mas minha mãe trata logo de falar:
- Filho tire essa preocupação, pois vez ou outra ela fica assim só que hoje é que esta um pouco pior mais fique despreocupado que logo que tomar a medicação vai passar. Troco de roupa em tempo recorde e pego minha princesa coloco na cadeirinha no carro, pois ela só tem três aninhos.

Dirigi com calma pra não assustar elas, chegando lá no hospital o pediatra da uma examinada em STELLA e solicitam uns exames, minha mãe segue com ela e me entrega suas coisinhas só agora percebi que minha pequena anda com muita coisa pra cima e pra baixo dou uma olhada nos objetos guardo no bolso e vou até a cantina tomar um café enquanto aguardo elas retornarem.

Ando pelos corredores olhando o ambiente quando de repente me deparo com uma porta onde está escrito NÃO PERTURBE acho meio estranho e a curiosidade falou mais rápido olha pra um lado e pra outro pra ter certeza que ninguém me veja e vou abrindo a porta devagar e vou entrando aos poucos, o quarto é diferente dos outros a iluminação é diferente e no fundo ouço uma música bem tranquila quando levanto minha cabeça me deparo com uma figura feminina deitada na cama que aparentemente esta aparentemente em estado bem delicado possui muitos fios ligados ao seu corpo.

Vou me aproximando e paro ao seu lado e fico encantado ela é linda morena cabelos cacheados uma mulher linda apesar do seu estado abatido, mas permanece encantadora, me aproximo dela quando vou tocar em seu rosto levo um susto ao ver uma enfermeira em pé na porta ela entra e fala:
-Senhor, não pode entrar aqui esta sala é uma UTI improvisada e até porque nessa hora o alarme toca do lado de fora e ela diz que médico vem ver como de costume e eu posso esperar ele e saber, mas do estado dela em seguida sai. Fico olhando pra ela nessa cama e penso três meses já faz que esta aqui e ninguém venha lhe ver nem te procurar? Como seria sua vida antes.
Meu coração apertou e fico pensando o quanto é triste vê-la desamparada e largada neste hospital, não penso duas vezes ou nem sei se pensei nesta hora mas coloco a mão no bolso tiro o anel e coloco no seu dedo anelar direito e digo em seu ouvido: LUTE PRA VIVER SEJA FORTE POIS QUANDO DESPERTARES ESTAREI AQUI PRA TE RECEBER !!!
 Falo isso e beijo suas mãos quando estou me afastando sinto suas mãos apertando a minha e quando olho pra trás ela está com os olhos abertos e me olhando. Nesta hora meu mundo parou senti uma onda de adrenalina tomar conta do meu corpo e por um momento ficamos nos olhando sem ambos esboçar alguma reação vou me aproximando dela e quando estou bem próximo a ela a porta se abre e eu fico sem saber o que fazer ou dizer.



www.wattpad.com/myworks/30996426-último-romance
(COMPLETO NO WATTPAD)